quinta-feira, 3 de fevereiro de 2011

Teste da boneca - Racismo na infância

Ninguém nasce racista. Com quem que elas aprenderam?


Este teste foi realizado pela primeira vez nos anos 1940 pelo psicólogo americano Kenneth Clark. Quase 60 anos depois, o cineasta americano Kiri Davis recriou o teste. A pedagoga brasileira Roseli Martins realizou um teste semelhante com crianças brasileiras em 2006.

Quando Kenneth Clark testou 16 crianças afro-americanas em 1950, 63% (10 de 16) escolheu a boneca branca. Quando Davis testou 21 crianças afro-americanas em 2005, 71% (15 de 21) escolheu a boneca branca.

Martins testou 26 meninas (14 brancas, 12 afro-brasileiras) com 4 bonecos: um boneco menino, uma boneca negra, uma boneca branca com cabelo curto e uma boneca menina branca com cabelos compridos. Ela descobriu que 17 meninas (65%) escolheram a boneca branca de cabelo comprido, quatro (15%) escolheram o boneco menino e cinco escolheram a boneca negra (19%). Dos cinco que escolheram a boneca negra, somente 2 das 12 meninas afro-brasileiras (17%) escolheram a boneca negra.

As informações acima foram retiradas de um vídeo que apresenta uma recriação do teste no Brasil em 2009, e pode ser assistido aqui. Nessa versão são feitas várias perguntas. Os resultados foram:

Qual boneca é mais bonita? 17 (65%) escolheu a boneca branca, 9 escolheu a boneca negra.

Qual boneca é a boneca boa? 
11 (69%) escolheu a boneca branca, 5 escolheu a boneca negra.
Qual boneca você prefere brincar? 
6 (55%) escolheu a boneca a boneca branca, 5 escolheu a boneca negra.
Se você pudesse escolher apenas uma boneca pra comprar pra a sua irmã, qual você compraria? 
10 (67%) escolheu a boneca branca, 5 escolheu a boneca negra.

3 comentários:

  1. Infelizmente o mundo dissemina o racismo.O ser humano busca ser diferente do que é.Isso deve-se a fatores que extrapolam a questão da etnia.Geralmente,quem detém o poder e promove desigualdades, são os que se assemelham aos bonecos brancos.Isso explicaria a insatisfação da criança com sua aparência.A infelicidade do seu eu,a conduz a negação de sua origem.Aliada a isso,o reforço que desconsidera as complexidades.Um teste,puro e simples,não é a expressão da verdade;a verdade nesse contexto se expressaria após trabalhos de orientação diversificados.É insuficiente um teste para diagnosticar uma situação geral.Concluo então,que a criança se sente triste,isso explicaria tentar ser "diferente",ser a boneca branca que tem os melhores brinquedos,alimentos,carros,amigos,em suma,o dinheiro para comprar tudo isso.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Disse tudo da maneira mais lindo mundo. Abraço.

      Excluir
  2. nimguem nasce odiano as pessoas pela cor de sua pele para odiar é preciso aprender e se pode aprender a odia é preciso encina a ama

    ResponderExcluir